Livros

5 Livros com Personagens Femininas Fortes

Hoje celebra-se o Dia Internacional da Mulher, um dia que tem como objetivo lembrar as conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres. Decidi escrever este post e falar de algumas personagens femininas fortes que encontrei na literatura, para assinalar a data, porque é importante não deixar de falar nestes dias. No entanto, eu sou uma pessoa que não gosta muito destes dias, às vezes prefiro mesmo ignorar, porque estamos a celebrar algo que deveria ser vivido todos os dias. Só que nos últimos tempos temos visto que em pleno século XXI ainda há imensa desigualdade entre homens e mulheres, e tanta violência contra as mulheres, por isso que venham estes dias…

Sabemos que até há bem pouco tempo não era normal ver as mulheres como protagonistas nos livros. Hoje a participação feminina no mundo literário é cada vez mais notória e conseguimos identificar mulheres fortes em alguns livros. E como tinha dito este post é para falar de 5 mulheres, 5 personagens femininas da literatura que me conquistaram o coração.

Ensaio sobre a Cegueira de José Saramago, temos a Mulher do médico. Neste livro desconhecemos os nomes das personagens, e esta mesmo sendo a heroína é identificada apenas como a mulher de um médico, ou seja, a sua identidade está relacionada à profissão do marido. No entanto, num mundo onde ninguém vê, esta é a única pessoa que continua a ver. Ela acaba por ter a responsabilidade de ter olhos, quando os outros os perderam, e tem uma coragem inquestionável.

Jane Eyre de Charlotte Brontë, neste livro seguimos a vida da Jane Eyre e eu adorei. Desde criança mostrou-se ser forte e a verdade é que Jane, mesmo com tudo o que sofreu, tornou-se numa mulher íntegra e muito fiel aos seus princípios. Uma mulher que acabou por conquistar muita coisa, porque sempre enfrentou os seus medos. Jane passou a ser para mim uma das personagens mais cativantes, apaixonada e intensa da literatura.

A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows, temos a protagonista Juliet, uma uma escritora inglesa. Gostei tanto simplicidade e genuinidade desta personagem. Neste livro existe outras personagens femininas cativantes, mas Juliet destacou-se por ser uma mulher fiel aos seus princípios e não querer ser mais uma mulher a viver na sombra de um homem.

As Serviçais de Kathryn Stockett, neste livro todas as mulheres são fantásticas, mas eu sou apaixonada pela Skeeter. Quando todos querem vê-la de aliança no dedo, ela deseja ser uma mulher com liberdade de expressão, dona de si e com um trabalho, em vez de viver às custas de um homem. Uma personagem feminina irreverente, defensora da igualdade entre negros e os brancos, cheia de sonhos, nunca desistiu dos seus ideais.

O Rouxinol de Kristin Hannah, temos a história de duas irmãs, a Isabelle e Vianne, de personalidades bem distintas, mas as duas tão fortes e lutadoras. Cada uma à sua maneira lutam pela sobrevivência numa França arrasada pela ocupação dos alemães. A Vianne é mãe de família e, após o seu marido ser obrigado a ir para a guerra, é obrigada a receber as tropas de Hitler dentro da sua própria casa. Uma personagem frágil mas que luta todos os dias para manter a família viva. Isabelle é a irmã rebelde e cheia de coragem, que se junta à Resistência e nunca olha para trás, arriscando vezes sem conta a própria vida para salvar a dos outros.

Todas estas personagens femininas marcaram-me de forma de forma positiva, e mostram que nós mulheres somos umas lutadoras. Qual é a vossa personagem feminina da literatura que mais gostam?


O blog é afiliado da Wook. Ao comprarem os livros usando os links disponibilizados, estão a contribuir para o seu crescimento literário. Obrigada!!

Previous Post Next Post

Também podes gostar de:

2 Comments

  • Reply Babii

    Também fiz um post assim e a Viane e a Isabelle também estão na minha lista de personagens femininas inspiradoras. Que mulheres!
    As restantes que referiste não conheço, mas quero ler Jane Erye e Ensaio sobre a Cegueira.
    Beijinhos e boas leituras

    Março 9, 2019 at 15:53
    • Reply Raquel Silva

      Acho que a Jane Eyre é das minhas preferidas de todas elas 🙂 Não vi esse teu post, vou lá espreitar o Blog 😉

      Março 9, 2019 at 16:44

    Deixa um comentário