Livros

#101LivrosFFC | Vamos ler: A Mão Esquerda das Trevas

Maio está quase a chegar e mais uma leitura para o projeto #101livrosffc também. Escolhi ler A Mão Esquerda das Trevas de Ursula K. Le Guin. Mais um clássico da nossa lista dos 100 Melhores Livros de Fantasia e Ficção Científica que mereceu uma nova reedição em 2018. Hoje venho fazer o convite para me acompanharem nesta leitura.

Ursula K. Le Guin (1929-2018) escritora americana, filha do antropólogo Alfred Kroeber e da escritora Theodora Kroeber, tem uma vasta obra publicada em seus mais de cinquenta anos de carreira profissional. Ursula Le Guin publicou mais de cem obras, entre mais de cinquenta romances e dezenas de contos, ensaios e poemas. E na maioria as suas obras são de ficção científica e de fantasia, sempre abordando questões complexas ligadas à politica, filosofia, psicologia, etnografia, biologia, religião, antropologia, sexualidade e género.

101livrosffc

Vários dos seus livros receberam prémios, entre os quais A Mão Esquerda das Trevas, galardoado com o ‘Prémio Hugo’ e com o ‘Prémio Nebula’ para melhor romance de ficção científica de 1969, prémio que recebeu novamente em 1974 com o livro Os Despojados. Nesse mesmo ano o primeiro livro da tetralogia do Ciclo Terramar, O Feiticeiro e a Sombra, recebeu o ‘Boston Globe Horn Book Award’ for Excellence. Os dois livros seguintes do ciclo foram também homenageados com prémios literários: Os Túmulos de Atuan recebeu o ‘Newbery Honor Book Award’ de 1970, e em 1973 A Praia Mais Longínqua ganhou o ‘National Book Award for Children’s Books’.

Sobre A Mão Esquerda das Trevas, considerada uma obra maior da ficção científica, conta a história de um viajante solitário terrestre, enviado em missão para Inverno. O objetivo da missão é permitir que Inverno seja incluído numa civilização galáctica. Os seus dois regimes políticos mais importantes são uma monarquia governada por um rei extravagante e um regime comunal, dirigido por uma burocracia minuciosa e racionalista.  Mas o mais estranho para o enviado terrestre é a particular androginia dos habitantes, que apenas numa dada fase assumem uma forma inteiramente feminina ou masculina, podendo ao mesmo tempo ser mães de umas crianças e pais de outras.

Quem quiser fazer-me companhia e conhecer Inverno diga-me e se lerem este clássico partilhem a vossa opinião no grupo do projeto no facebook e utilizem a hashtag #101livrosffc para eu conseguir saber.


O blog é afiliado da Wook. Ao comprarem os livros usando os links disponibilizados, estão a contribuir para o seu crescimento literário. Obrigada!!

Previous Post Next Post

Também podes gostar de:

2 Comments

  • Reply Maria

    Aproveitei os descontos do dia do livro e comprei “Os Despojados”. Ainda só li um da autora, O Feiticeiro e a sombra, gostei mas não achei nada de especial.

    Abril 26, 2019 at 8:20
    • Reply Raquel Silva

      Quero ver se compro esse também. Tenho ideia que o Feiticeiro e a Sombra é um pouco juvenil, talvez seja pelas capas dos livros.

      Maio 21, 2019 at 7:09

    Deixa um comentário