Livros

Ler Nobel da Literatura | Lista Autores Premiados

Ler Nobel da Literatura é um projeto que quero ir fazendo ao longo do tempo, não necessariamente só este ano, porque os autores são muitos e os livros que me despertam curiosidade também. Este é o prémio literário mais conceituado da literatura e já é atribuído desde 1901. E para orientar-me neste meu projeto achei melhor fazer uma lista com todos os autores premiados e os livros que pretendo ler de cada um dos autores. 

2018 – não foi atribuído

2017 – Kazuo Ishiguro (Reino Unido) – Os Despojos do Dia

2016 – Bob Dylan (EUA) – Tarântula

2015 – Svetlana Alexievich (Bielorrússia) – Vozes de Chernobyl

2014 – Patrick Modiano (França) – O Horizonte

2013 – Alice Munro (Canadá) – Amada Vida

2012 – Mo Yan (China) – Peito Grande, Ancas Largas

2011 – Tomas Transtroemer (Suécia) (não está traduzido em Portugal)

2010 – Mario Vargas Llosa (Peru) – As Travessuras da Menina Má

2009 – Herta Müller (Alemanha) – Hoje Preferia Não me Ter Encontrado

2008 – Jean-Marie Gustave Le Clezio (França) – Estrela Errante

2007 – Doris Lessing (Reino Unido) – Uma Velha e o Seu Gato e a História de dois Cães

2006 – Orhan Pamuk (Turquia) – O Museu da Inocência

2005 – Harold Pinter (Reino Unido) – Os Anões

2004 – Elfriede Jelinek (Áustria) – A Pianista

2003 – J.M. Coetzee (África do Sul) – Desgraça

2002 – Imre Kertesz (Hungria) – Aniquilação

2001 – V.S. Naipaul (Reino Unido) – A Curva do Rio

2000 – Gao Xingjian (França) – Uma Cana de Pesca para o Meu Avô

1999 – Günter Grass (Alemanha) – Escrever Depois de Aushwitz

1998 – José Saramago (Portugal) Terra do Pecado próxima leitura
As Intermitências da Morte – opinião
Ensaio Sobre a Cegueira – opinião
Objeto Quase – opinião 
O Conto da Ilha Desconhecida – opinião
A Maior Flor do Mundo – opinião

1997 – Dario Fo (Itália) – A Filha do Papa

1996 – Wislawa Szymborska (Polónia) – Instante

1995 – Seamus Heaney (Irlanda) – Da Terra à Luz

1994 – Kenzaburo Oe (Japão) – Não Matem o Bebé

1993 – Toni Morrison (EUA) – Beloved

1992 – Derek Walcott (Santa Lucia) (não está traduzido em Portugal)

1991 – Nadine Gordimer (África do Sul) – Um Capricho da Natureza

1990 – Octavio Paz (México) – Vislumbres da Índia

1989 – Camilo José Cela (Espanha) – A Colmeia

1988 – Naguib Mahfouz (Egito) – Conversas de Manhã e de Tarde

1987 – Joseph Brodsky (EUA) – Paisagem com Inundação

1986 – Wole Soyinka (Nigéria) – Os Intérpretes

1985 – Claude Simon (França) – O Vento

1984 – Jaroslav Seifert (Checoslováquia) (não está traduzido em Portugal)

1983 – William Golding (Reino Unidos) – O Deus das Moscas

1982 – Gabriel García Márquez (Colômbia) – Cem Anos de Solidão

1981 – Elias Canetti (Bulgária/Reino Unido) – Auto-de-Fé

1980 – Czeslaw Milosz (Polónia) – A Minha Intenção

1979 – Odysseus Elytis (Grécia) – Louvada Seja (Áxion Estí)

1978 – Isaac Bashevis Singer (EUA) – Satã de Gorey

1977 – Vicente Aleixandre (Espanha) – Antologia de Vicente Aleixandre

1976 – Saul Bellow (EUA) – As Aventuras de Augie March

1975 – Eugenio Montale (Itália) – Poesia de Eugenio Montale

1974 – Eyvind Johnson (Suécia) – O Tempo de Sua Graça
Harry Martinson (Suécia) (não está traduzido em Portugal)

1973 – Patrick White (Austrália) – Voss

1972 – Heinrich Böll (Alemanha) – Bilhar às Nove e Meia

1971 – Pablo Neruda (Chile) – Vinte Poemas de Amor e uma Canção Desesperada

1970 – Aleksandr Isayevich Solzhenitsyn (Rússia) – Um Dia na Vida de Ivan Deníssovitch

1969 – Samuel Beckett (Irlanda) – À Espera de Godot

1968 – Yasunari Kawabata (Japão) – Terra de Neve

1967 – Miguel Angel Asturias (Guatemala) – Lendas da Guatemala (esgotado)

1966 – Shmuel Yosef Agnon (Israel) – (não está traduzido em Portugal)
Nelly Sachs (Alemanha) – Poemas de Nelly Sachs (esgotado)

1965 – Mikhail Aleksandrovich Sholokhov (Rússia) – (não está traduzido em Portugal)

1964 – Jean-Paul Sartre (França) – Os Dados estão Lançados

1963 – Giorgos Seferis (Grécia) – Poemas Escolhidos

1962 – John Steinbeck (EUA)Ratos e Homens (releitura em breve)
A Pérola – opinião

1961 – Ivo Andric (Jugoslávia) – A Crónica de Travnik

1960 – Saint-John Perse (França) – Habitarei o Meu Nome

1959 – Salvatore Quasimodo (Itália) – (não está traduzido em Portugal)

1958 – Boris Pasternak (Rússia) – Doutor Jivago

1957 – Albert Camus (França) – O Estrangeiro

1956 – Juan Ramón Jiménez (Espanha) – Platero e Eu

1955 – Halldór Kiljan Laxness (Islândia) – Gente Independente

1954 – Ernest Hemingway (EUA) – Paris é uma Festa próxima leitura
O Velho e o Mar – opinião em breve

1953 – Winston S. Churchill (Reino Unido) – Memórias da II Guerra Mundial

1952 – François Mauriac (França) – Thérèse Desqueyroux

1951 – Pär Lagerkvist (Suécia) – O Anão

1950 – Earl Russell (Reino Unido) – (não está traduzido em Portugal)

1949 – William Faulkner (EUA) – O Som e a Fúria

1948 – Thomas Stearns Eliot (Reino Unido) – (não está traduzido em Portugal)

1947 – André Gide (França) – Os Moedeiros Falsos (esgotado)

1946 – Hermann Hesse (Alemanha) – Siddhartha – releitura em breve

1945 – Gabriela Mistral (Chile) – (não está traduzido em Portugal)

1944 – Johannes Vilhelm Jensen (Dinamarca) – (não está traduzido em Portugal)

1940-43 – Não foi atribuído

1939 – Frans Eemil Sillanpää (Finlândia) – (não está traduzido em Portugal)

1938 – Pearl S. Buck (EUA) – Terra Abençoada – opinião em breve

1937 – Roger Martin du Gard (França) – O Drama de João Barois

1936 – Eugene Gladstone O’Neill (EUA) – Jornada para a Noite

1935 – Não foi atribuído

1934 – Luigi Pirandello (Itália) – O Barrete de Guizos e outras peças

1933 – Ivan Bunin (Rússia) – O Amor de Mitía

1932 – John Galsworthy (Reino Unido) – A Família Forsyte

1931 – Erik Axel Karlfeldt (Suécia) – (não está traduzido em Portugal)

1930 – Sinclair Lewis (Estados Unidos da América) – Babbitt

1929 – Thomas Mann (Alemanha) – Um Homem e o seu Cão

1928 – Sigrid Undset (Noruega) – (não está traduzido em Portugal)

1927 – Henri Bergson (França) – A Evolução Criadora

1926 – Grazia Deledda (Itália) – Cinzas 

1925 – George Bernard Shaw (Irlanda) – Um Socialista Associal

1924 – Wladyslaw Stanislaw Reymont (Polónia) – (não está traduzido em Portugal)

1923 – William Butler Yeats (Irlanda) – Os Pássaros Brancos e Outros Poemas

1922 – Jacinto Benavente (Espanha) – (não está traduzido em Portugal)

1921 – Anatole France (França) – As Sete Mulheres de Barba Azul

1920 – Knut Hamsun (Noruega) – Pan

1919 – Carl Spitteler (Suíça) – (não está traduzido em Portugal)

1918 – Não foi atribuído

1917 – Karl Gjellerup (Dinamarca) – (não está traduzido em Portugal)
Henrik Pontoppidan (Dinamarca) – O Visitante Real e outras Novelas (esgotado)

1916 – Carl von Heidenstam (Suécia) – (não está traduzido em Portugal)

1915 – Romain Rolland (França) – A Manhã (esgotado)

1914 – Não foi atribuído

1913 – Rabindranath Tagore (Índia) – A Asa e a Luz

1912 – Gerhart Hauptmann (Alemanha) – A Ascensão de Joaninha (esgotado)

1911 – Maurice Maeterlinck (Bélgica) – A Vida das Abelhas (esgotado)

1910 – Paul Heyse (Alemanha) – (não está traduzido em Portugal)

1909 – Selma Lagerlöf (Suécia) – O Livro das Lendas

1908 – Rudolf Eucken (Alemanha) – (não está traduzido em Portugal)

1907 – Rudyard Kipling (Reino Unido) – O Livro da Selva

1906 – Giosuè Carducci (Itália) – (não está traduzido em Portugal)

1905 – Henryk Sienkiewicz (Polónia) – Quo Vadis?

1904 – Frédéric Mistral (França) – (não está traduzido em Portugal)
José Echegaray (Espanha) – (não está traduzido em Portugal)

1903 – Bjørnstjerne Bjørnson (Noruega) – (não está traduzido em Portugal)

1902 – Theodor Mommsen (Alemanha) – (não está traduzido em Portugal)

1901 – Sully Prudhomme (França) – (não está traduzido em Portugal)

Alguns livros que não estão traduzidos em Portugal, até podemos encontrar em 2ª mão nas colecções de prémio Nobel. São vários autores e é um projeto para eu ir fazendo, com esperança que alguns livros esgotados sejam reeditados ou que encontre em alfarrabistas. Caso encontrem alguma informação que não esteja correta, digam-me para eu corrigir.

Para quem pretendem começar a ler livros de autores que ganharam este prémio digam-me nos comentários e podem usar a hashtag #lernobeldaliteratura. Assim que ler algum livro da lista, coloco aqui o link para a minha opinião.

Guarda esta Lista de Autores Premiados com o Nobel da Literatura no Pinterest para a teres sempre à mão.

Pinterest (6).png


O blog é afiliado da Wook. Ao comprarem os livros usando os links disponibilizados, estão a contribuir para o seu crescimento literário. Obrigada!!

Previous Post Next Post

Também podes gostar de:

Leave a comment

Deixa um comentário