Livros

Opinião | Fundação de Isaac Asimov

Título: Fundação
Autor(a): Isaac Asimov
Onde comprar: Saída de Emergência | Wook

Fundação de Isaac Asimov foi a minha leitura de Abril para o projeto #101livrosffc, um livro que me foi cedido pela editora Saída de Emergência. A reedição deste clássico da ficção cientifica, considerado em 1966 a melhor série deste género literário, deixou-me muito feliz. Agrada-me a Saída de Emergência estar a apostar nestes grandes nomes da Ficção Científica, que são livros cada vez mais atuais, olhando para a sociedade atual e os recentes eventos políticos.

Este livro é considerado o melhor livro de ficção científica de sempre, e embora não tenha lido muitos livros deste género literário, achei este livro e a construção da história  genial. Fundação é o primeiro livro da trilogia Fundação, que acaba por ser uma coleção de cinco contos, que foram posteriormente publicados juntos, formando um único enredo. Porque mesmo tendo saltos temporais e personagens diferentes, a história está incrivelmente bem construída e tudo se encaixa na perfeição.

So Happywith Less (27)

Podem ler mais sobre o livro aqui – #101LivrosFFC | Vamos ler: Fundação de Isaac Asimov

Num mundo futurista, a história começa quando Hari Seldon desenvolve uma ciência – a psico-história – capaz de prever com grande precisão os desenvolvimentos da civilização no futuro. Através desta ciência ele prevê o fim do Império Galáctico e um subsequente período de caos e barbárie, no entanto, prevê também a possibilidade da diminuição da sua duração ao criar uma Fundação, uma instituição científica que teria como fim preservar os costumes, a tradição e conhecimento cientifico e tecnológico da humanidade, para mais tarde criar um novo império mais forte que o anterior.

Esta Fundação acaba por ser uma peça fundamental para a resolução das crises posteriores, porque após a primeira parte ou o primeiro conto, acontece outras crises que acabam por nos levar a refletir sobre a evolução da humanidade e chegamos à conclusão que todos os grandes impérios caem. Mas já não é novidade para nós, porque a história tem vindo a repetir-se diversas vezes e após a queda de um império, nasce outro. Acho importante de referir que o Asimov inspirou-se na queda do Império Romano.

“considero a violência uma forma pouco económica de atingir um fim. Existem sempre substitutos melhores, embora possam por vezes ser um pouco menos diretos.”

Asimov foi um génio ao escrever este livro e gostei muito da crítica à humanidade. É um livro centrado no enredo histórico e não nas personagens, algo que me podia incomodar, pois eu gosto de ver o desenvolvimento das personagens nos livros. Mas neste livro isso não foi um problema, porque os personagens que aparecem são meramente participantes do panorama histórico e têm como objetivo a resolução da crise desencadeada. Mesmo assim consegui gostar mais de umas personagens do que de outras, sendo Salvor Hardin o meu preferido.

So Happywith Less (26)

A escrita de Asimov é simples e direta, mas por ser um livro de ficção cientifica nem sempre é fácil compreender algumas partes, por isso tive que fazer esta leitura sem intercalar com outro livro, como habitualmente costumo fazer. Mas quando comecei a concentrar-me e a entender a mensagem que o autor quis passar com o livro, comecei a adorar. Para terminar quero ainda referir que esta reedição está lindíssima e fico a aguardar ansiosamente pela continuação do livro.

“A violência é o último refúgio dos incompetentes.”

Esta leitura foi também para o clube dos clássicos vivos e para os projetos: #abrilcontosmil, #alervamoschamaraprimavera e #mlvoltaaomundo15.

Classificação: ★★★★★

Partilha a Opinião literária de Fundação de Isaac Asimov no Pinterest.

Pinterest (10)


O blog é afiliado da Wook. Ao comprarem os livros usando os links disponibilizados, estão a contribuir para o seu crescimento literário. Obrigada!!

Previous Post Next Post

Também podes gostar de:

Leave a comment

Deixa um comentário